News > Notícias

Data: 21.03.2016 Fonte: Squadra Consultoria

Diretor da Squadra alerta que a falta de atenção é o principal motivo para o cidadão se tornar vítima de assaltos

“Nunca teremos certeza de que um suspeito é um ladrão antes do assalto. A pessoa não pode pagar para ver, tem que fugir da ação.”

Este é o alerta que faz Gustavo Caleffi, diretor da Squadra e especialista em Segurança Privada. O especialista explica que a maioria das pessoas enxerga os suspeitos antes de ocorrer o assalto, mas mesmo assim, não se afasta. Aceita correr o risco, porque imagina que o roubo não vai se configurar. Isso está errado, aponta.

Os criminosos não fazem mais diferença entre manhã, tarde e noite. Eles estão em todas à espera dos distraídos: “em todos os assaltos, tu vais ouvir a vítima falar que foi ‘tudo tão rápido’. O fator surpresa é a vantagem do ladrão”, avisa.

Além da distração, Caleffi também condena comportamentos de risco adotados pelas pessoas no dia-a-dia, como o simples uso do celular para falar ou enviar mensagens na rua ou ao entrar no ônibus, na lotação ou no carro. Melhor é esconder o aparelho e deixar para conversar depois.

Na realidade de hoje, a melhora saída par o cidadão é a atenção constante: “o cidadão não pode mais terceirizar para o Estado sua segurança, já que o poder público está falido e não tem mais como garantia a segurança de todos”. “O melhor sempre é prevenir”, finaliza.

Copyright © 2011 - Squadra Consultoria

squadra@squadraconsultoria.com.br

Tel: +55 (51) 3026.3184